Ex-Integrantes

Aqui terá um pouco da história dos ex-integrantes que são tão importantes quanto os atuais:


MICHELE LUPPI - VOCAL


Nasceu na cidade de Carpi em  7 de Abril de 1974. Entrou no Vision Divine para substituir Fábio Lione que resolveu se dedicar mais ao Rhapsody Of Fire em 2003 e grava os álbuns: "Stream of Consciousness" (2004), "The Perfect Machine" (2005), o DVD "Stage Of Consciousness" (2005) e o CD "The 25th Hour" (2007). Em abril de 2008, resolve sair da banda.

Para mais informações, visite seu site oficial.

CRISTIANO BERTOCCHI - BAIXO



Nasceu em Carrara, Itália em 15 de Agosto de 1973. Entrou no Vision Divine no lugar do Andrea "Tower" Torricini em 2006 e gravou os álbuns: "The 25th Hour" (2007), "9 Degrees West Of the Moon" (2009) e saiu da banda em 2012.

Para mais informações, visite seu site oficial.

OLEG SMIRNOFF - TECLADO



Oleg Smirnoff, ou Giacomo Biagini entrou no Vision Divine em 2004. Gravou os seguintes álbuns: "Stream of Consciousness" (2004), o DVD "Stage of Consciousness" (2005) e o CD "9 Degrees West Of the Moon" (2009).

ANDREW MCPAULS  - TECLADO

 

 Andrew McPauls, ou Andrea de Paoli nasceu em 13 de março de 1976. Ele foi o primeiro tecladista do Vision Divine e gravou os seguintes álbuns: "Vision Divine" (1999) e "Send Me An Angel" (2002).

MATTIA STANCIOIU - BATERIA

Mat Stancioiu nasceu em 27 de Outubro de 1977 e foi o primeiro baterista do Vision Divine. Ele gravou os seguintes álbuns: "Vision Divine" (1999) e "Send Me An Angel" (2002).

MATTEO AMOROSO - BATERIA 


Matteo Amoroso foi baterista no Vision Divine durante dois anos. Ele gravou apenas o álbum "Stream Of Consciousness" (2004) e o DVD "Stage Of Consciousness" (2005). Ele também tocou nas bandas Athena (que contou com Fabio Lione nos vocais) e Etherna (banda de Alessio Lucatti).

DANIL MORINI - BATERIA 

 

Nasceu em 1975 em Modena e foi baterista do Vision Divine em 2005. Ele gravou o álbum "The Perfect Machine" (2005).

RICARDO QUAGLIATO - BATERIA 

 

Ricky Quagliato mora em Padova, Itália e foi baterista convidado para a turnê do álbum "The Perfect Machine" em 2006 após a saída de Danil Morini. Atualmente, ele é professor de bateria no Modern Music Institute em Padova, Itália.